AS MENTIRAS DO PSDB E O RONCO DA BARRIGA DO POVO

A propaganda eleitoral do candidato do PSDB tem tomado contornos orwellianos. Tal como na obra prima, 1984, o PSDB quer fazer crer, por força da insistência como sortilégio, que inventou o Plano Real (perguntem a Ciro Gomes e Itamar Franco). Igualmente, quer se fazer esquecer a miséria e penúria em que vivia grande parte da população brasileira no octênio FHC. Não entraremos nos pormenores de discutir aqui os rompantes higienistas e moralistas de quem inaugurou esquemas de corrupção, de quem vendeu a Vale do Rio Doce a preço de banana, tentou vender a Petrobrás e introduziu Marcos Valério no Palácio do Planalto.

Porém, o mais ignóbil é o partido cuja política econômica condenou o brasileiro a comer ovo e conserva (frango era luxo), agora incitar a população a reclamar do preço da carne. “Primeiro a barriga, depois a moral!”, pensa o marqueteiro aeciano. Porém, sem compreender o que Brecht não-disse: ao “pensar” com a barriga, o povo acaba compreendendo que sua vida cotidiana depende, sim, da política. Não deixa de ser uma educação politizada, ainda que incipiente, como vimos nos protestos em 2013. O corpo social que se ergueu, só o fez por conta da proteína da carne consumida, o que não ocorria antes, quando a turma do Aécio governava com o nariz apontado para os sapatos de Bush/Clinton.

O problema, para a turma do marquetingue aeciano, é que a mentira seduz, mas a barriga ronca! E dói!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s