ANOTAÇÕES PARA UM ESTUDO DA “ADULTESCÊNCIA”

“Mesmo que não exista na história familiar um irmão morto, há sempre no desejo dos pais alguma perda à qual não puderam resignar-se – seja ela a de seus próprios sonhos infantis -, e sua progenitura será sempre e antes de tudo o suporte excelente e privilegiado daquilo a que eles tiveram de renunciar.” (Serge Leclaire, psicanalista francês).

***

“O narcisismo primário da criança… é mais difícil de ser apreendido pela observação direta do que confirmado através de um raciocínio recorrente. Se considerarmos a atitude dos pais para com seus filhos somos forçados a admitir que nela encontramos a reviviscência e a reprodução do seu próprío narcisismo…

Existe, pois, uma compulsão a atribuir à criança todas as perfeições… A criança terá uma vida melhor que a de seus pais, não será submetida às necessidades que estes sabem ser as dominantes na vida. Doenças, morte, renúncias ao gozo, restrições à sua vontade perdem a validade em se tratando da criança, as leis da natureza assim como as da sociedade ficam suspensas diante dela, que volta a ser o centro e o âmago da criação. His Majesty the baby!, como se lhe afigurava antigamente. A criança é quem irá realizar os sonhos de desejo que os pais não puderam concretizar, será um grande homem, um herói em lugar do pai, desposará um príncipe, recompensa tardia para a mãe. O ponto mais dificultoso do sistema narcísico, essa imortalidade do Eu que a realidade ataca sistematicamente, encontrou um lugar seguro quando se refugiou na criança. O amor dos pais, tão comovente e, no fundo, tão infantil, nada mais é do que o narcisismo que acaba de renascer…” (Freud, Introdução ao Narcisismo)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s