O GOVERNO DE DAVID CAMERON E AS DUAS FACES DA CORRUPÇÃO

As medidas adotadas pelo governo conservador de David Cameron na Inglaterra contra as manifestações populares que vem ocorrendo neste país revelam duas faces empregadas pela corrupção.

A primeira face é a que diz respeito a corrupção institucional: esta se caracteriza pelo abuso de poder concedido legalmente ao Estado e a um dos seus principais aparelhos de violência, a polícia. Resguardado pela principal forma de regulamentação normativa – o Direito – o Estado contribui para que a polícia possa exercer a violência física e psicológica de modo jurídico-legal. Este modo de corrupção, fundamentado e divulgado de modo moral e apocalíptico, constitui uma contradição latente, pois disponibiliza ao Estado os meios legais para ferir e impedir os direitos conquistados dos cidadãos.

A outra face é a corrupção em oposição a geração. Esta ultrapassa os poderes limitados atribuídos ao Estado e procura travar os sonhos, desejos e a produção das singularidades múltiplas constituintes da Multidão, ou seja, a geração. Este modo de corrupção, como diz Michael Hardt “É preciso concebê-lo a maneira de Aristóteles, como o processo inverso ao da geração, como um devir dos corpos, um momento no vaivém da formação e deformação das subjetividades. É necessário pensá-lo, portanto, segundo sua etimologia latina: com-rumpere, esfacelar-se”. Neste sentido, o que se esfacela é a possibilidade de compreendermos o real como uma produção de subjetividade que esteja empenhada em dá uma resposta ao poder (não somente o do Estado-Direito) fazendo com que o sujeito tenha a chance de construir a si mesmo livremente.

Essas duas faces da corrupção evidenciam a forma pela qual as políticas de governo dos países desenvolvidos, e em boa parte responsáveis pelo o que se chama de crise econômica mundial, agem em prol da solução de seus próprios exageros: através da violência institucional e procurando travar a produção livre responsável por novos modos de subjetividade.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s