Dilma pede ao Itamaraty providências urgentes para libertar jornalista brasileiro detido na Líbia

Yara Aquino
Repórter da Agência Brasil

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff pediu providências urgentes ao ministro interino das Relações Exteriores, embaixador Ruy Nogueira, para garantir a integridade física e a libertação do repórter brasileiro Andrei Netto, do jornal O Estado de S. Paulo, que está detido na Líbia.

De acordo com nota divulgada hoje (10) pela Presidência da República, Dilma está acompanhando a situação do jornalista e foi informada pelo Itamaraty de que Netto está em Sabratha, a 60 quilômetros de Trípoli, capital da Líbia.

O texto afirma ainda que o embaixador brasileiro na Líbia, George Ney de Souza Fernandes, está empenhado em busca de uma solução rápida para o caso.

A direção de O Estado de S. Paulo informou ontem (9) que perdeu o contato com o repórter, que fazia a cobertura na área de Zawiya – uma das regiões onde os conflitos são mais intensos. A pedido da direção do jornal, o Ministério das Relações Exteriores e a Embaixada do Brasil passaram a atuar na localização de Netto.

Edição: Juliana Andrade

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s