A INTELECTUALIDADE SERVIL DE SIMÃO PESSOA

Simão Pessoa é da leva da ‘intelectualidade’ soft de Manaus. Aquela cuja produção sintética está arraigada aos universais da cultura subjugada pelos valores decadentes do capital. Além dos amigos, ninguém mais se incomoda com o farfalhar de sua pena.

Prova disso é que, diante de tantas irregularidades cometidas na Assembléia Legislativa do Amazonas, ele reserve sua crítica mais ácida ao recém-eleito José Ricardo (PT), por fazer, vejam, política sobre uma kombi, dialogando lá onde o povo está: nas ruas.

É que para o intelectual Simão, não é de bom tom o moço sair por aí a fazer “lambanças midiáticas”.

Melhor exemplo de decoro no ALE seja, talvez, para Simão, outro deputado, Belarmino Lins, zil vezes eleito, zil irregularidades, mas sempre tratado com a condescendência servil do humor cassetiano da Banda da Bica, da qual Simão é cardeal. Intelecto, todos nós temos. A questão é saber se o usamos, ou se o anulamos, em favor da inércia da imagem recorrente.

Anúncios

2 Respostas para “A INTELECTUALIDADE SERVIL DE SIMÃO PESSOA

  1. O que ocorre é que Simão Pessoa não é capaz de ver o movimento da Kombi, quem diria das ruas, olhe lá das pessoas! Prefere a imobilidade de seus pares. Fico curioso para saber o que a mente entravada do intelectual Pessoa diria de Rosa Luxemburgo. Aquela que fez das ruas sua política mais radical.

  2. Pingback: SIMÃO PESSOA E O ÓBVIO ULULANTE |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s