UMA POESIA – O AMOR É VERBO/CRIA-AÇÃO

O AMOR É VERBO PORQUE É AÇÃO

ATRAVESSA O CORPO TODO

NÃO SE ENCERRA NO CORAÇÃO.

VEM FANTASIADO, CANTADO

ERRADIADO PELO RÁDIO.

É DE GRAÇA, MAS MOÇA PODE PAGAR

DESCE NA PRAÇA E VEM PELA GRAÇA

NÃO TEM COR, NÃO TEM RAÇA.

ALEGRIA CHEIA DE DESSASSOGO

ARREPIO QUE AFUGENTA O MEDO

PEDE O DENGO QUE APROFUNDA

DO MACIO O PESO DA MÃO.

PESO LEVE VIOLENTO COMO TUFÃO

ATRAVESSA O CORPO INTEIRO

JAMAIS MORRE NO CORAÇÃO.

GERA DESSASSOGO

FANTASIADO, CANTADO, DISSUMULADO

VIAJA PELA TERRA DE GRAÇA.

POIS AFUGENTA A IDENTIDADE DO MEDO

E SE FAZ SENTIR A LEVEZA DO PESO DA MÃO.

POIS, ALEGRE VEM COMO TUFÃO

ARREDIO COM A CORRUPÇÃO

ENAMORA A GERAÇÃO DA GERAÇÃO

CRIA-AÇÃO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s