PARA O DIA DE FINADOS – 3 TRECHOS SOBRE A MORTE EM AS INTERMITÊNCIAS DA MORTE DE SARAMAGO

“Sem morte, ouça-me bem, senhor primeiro-ministro, sem morte não há ressurreição, e sem ressurreição não há igreja”

“Uma única cousa havia ficado demonstrado por cima de qualquer dúvida, a saber, quem nem a iconografia mais rudimentar, nem a nomenclatura mais enredada, nem a simbólica mais abstrusa se haviam equivocado. A morte, em todos os seus traços, atributos e características, era, inconfundivelmente, uma mulher”

“A morte conhece tudo a nosso respeito, e talvez por isso seja triste.  Se é certo que nunca sorri, é só porque lhe faltam lábios, e esta lição anatómica nos diz que, ao contrário do que os vivos julgam, o sorriso não é uma questão de dentes”

Nossa Senhora da Boa Morte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s