PASTOR MARCOS GLADSTONE REPUDIA HOMOFOBIA DE SILAS MALAFAIA

MANIFESTO DE REPÚDIO

Vemos com grande preocupação a publicação de alguns outdoors do Pr Silas Malafaia de caráter homofóbico que vem sendo difundidos em nossa democrática cidade do Rio de Janeiro, em franca reação a campanha progressista que a Igreja cristã Contemporânea lançou no mês de outubro em prol do casamento gay. Digo que nossa cidade é democrática, porque entendo que a democracia se constitui precisamente no debate, e entendo que nem todos são obrigados a concordar conosco. Não são obrigados a concordar, mas são obrigados a nos respeitar enquanto cidadãos livres, de um país livre.

Os outdoors publicados nos colocam como uma ameaça a procriação da espécie humana e à preservação da família. Nos atacar em um debate honesto e franco seria, insisto, algo legítimo no âmbito da democracia. Mas falsamente nos acusar de ser uma ameaça, quando na verdade, os difusores desta campanha sabem que não somos, é algo desonesto e pouco civilizado. Na verdade, as lideranças que estão por trás destes outdoors não são democráticas, porque na verdade se pudessem não permitiriam sequer que esse debate existisse.

Explico melhor: nossa Igreja não defende que o mundo seja gay, nem deseja que aqueles que sejam heterossexuais tenham a sua orientação sexual revertida. Já os nossos detratores se pudessem nos imporiam (como ainda fazem na maioria de suas Igrejas) “tratamentos” violentíssimos de reversão que deixam traumas permanentes nas pessoas. Muitas dessas pessoas chegam em nossa Igreja, oriundas desses meios religiosos, absolutamente flageladas, e nós as acolhemos defendendo um amor de Deus a todos, sem preconceitos de qualquer espécie.

Se não defendemos um mundo gay, o que defendemos? Um mundo onde todos possam viver em paz e solidariedade, e onde as MINORIAS como a nossa possam ser respeitadas sem ser demonizadas, patologizadas e finalmente violentadas ao extremo. Ou seja: o mundo NÃO é gay, mas nós somos e exigimos respeito. Não somos uma ameaça a família, pois formamos famílias por vezes muito mais estruturadas que muitos lares ditos normais. Eu e meu companheiro estamos adotando legalmente uma criança e desejamos o melhor futuro para ela; com carinho e principalmente dignidade.

Não somos uma ameaça a procriação precisamente porque Deus nos constituiu ENQUANTO minoria e assim seguiremos pois os planos de Deus são perfeitos. Não queremos revolucionar o mundo. Mas queremos transformá-lo através da inclusão, não da supressão de uma maioria por uma minoria. Minoria expressiva e que enquanto tal possui os mesmos direitos da maioria justamente por que no jogo democrático somos plurais e singulares ao mesmo tempo: “unum et pluribum!”. As diferenças nos singularizam, a democracia nos torna cidadãos e o Evangelho nos torna irmãos!

Neste sentido divulgo este manifesto de repudio a homofobia religiosa que estes outdoors buscam difundir. Não precisamos de muros. Precisamos, sim, de pontes!

Pastor Marcos Gladstone

Fundador da Igreja Cristã Contemporânea.

Anúncios

16 Respostas para “PASTOR MARCOS GLADSTONE REPUDIA HOMOFOBIA DE SILAS MALAFAIA

  1. O respeito ao cidadão independentemente do credo,cor,raça,orientação sexual,ideologia política é legítimo.Concordo,mesmo na pluralidade cada um de nós é único e distinto e nenhum é melhor do que o outro.O que preocupa não só os fundamentalistas é o risco de a homofobia ser criminalizada de forma genérica.

  2. Paulo Roberto, para todo crime existe um tribunal que o julga, testemunhas de defesa e de promotoria e uma sentença que no brasil raramente chega a perétua. Nós homossexual somos julgados, sentenciados e executados todos os dias. O Brasil mata um gay por dia. E para cada um de nós que cai, dois saem do armário. Estamos em uma sociedade onde o medo guia as nossas ações e nem sabemos do que temos medo. Você tem medo de amar outro homem? Vc ama seu pai, seu irmão e isso não te machuca e nem acaba com a a família. Amor e sexo são coisas diferentes.

  3. Acredito que se a igreja contemporânea se acha no direito de divulgar a sua crença, qualquer outra religião ou cidadão também tem este direito. O Brasil é livre, graças a Deus, então, qualquer um pode se posicionar a favor ou contra qualquer opinião, isto não quer dizer que a opinião contrária a mim seja algum crime. Diversidade é cultura e não homofobia.
    Já vi o tal pastor falando sobre o homossexualismo diversas vezes e em nenhum momento vi este cidadão faltar com respeito a nenhum homossexual e sim dizer, conforme a crença dele, que Deus ama todos os homossexuais, o que Deus abomina é a prática.
    Será que não têm convicção daquilo que pensam ser? Examine-se pois o homem a si mesmo…

    • Cara Cristina,

      Concordamos com você no fato de que todos são livres para exporem suas opiniões. O problema, talvez, esteja quando esta opinião surge no mundo fundada em um real que tem como referência códigos morais impostos por uma instituição constituidora de uma ética normativa. Daí esta prática, assim percebida, possa fazer com que o homem tenha a si mesmo como objeto de exame, mas sem construir a si mesmo, isto é, sem realizar práticas de si que o revele como realização moral de si mesmo, mas, ao contrário, como um objeto que tem que se adequar a uma identidade imposta. E se tratando de uma opinião institucional-teológica, quando uma prática é imposta como modelo de pecado, aquele que a pratica deixa de se assemelhar a Deus e passa a constituir somente sua imagem. Isto pode circunscrever a liberdade de expressão não a diversidade, mas ao egoísmo. Coisa contrária ao amor Cristiano de Cristo, filho de Maria e José. Constituir a si mesmo a partir de práticas que revelam não uma consciência de si, mas uma produção de si mesmo é um caminho rumo a uma ética libertadora que se alastra em ações políticas libertadoras. Governar a si mesmo: o casamento da ação ética com a ação política. Daí, também, a homofobia não ser apenas o desreipeito a um dispositivo legal, mas um desreipeito a própria capacidade do homem produzir a si mesmo livremente.

      Abraços afectivos.

  4. Eu nem preciso usar a biblia para perceber que homosexualismo e uma pratica incorreta; eu posso usar a natureza: nem um ser animal se reproduz sem ter relacoes com o sexo oposto; muitas tribos indigenas ou tribos de outras etnias no passado se quer ouviram falar de biblia, no entanto algumas tribos tem ate rituais para que a jovem india e o jovem indio se acasalem a fim de que tenha novos integrantes na tribo; o brasil e um pais livre quem quiser ser homosexual que seja, mas não tem como transformar em errado o que ja esta certo, a BIBLIA de geneses ao apocalipse fala de criacao e no sistema atual e impossivel seres do mesmo sexo se reproduzirem, talves com o aumento da ciencia isso seja possivel, pois o proprio profeta Daniel escreveu que a ciencia aumentaria no final dos tempos fazendo com que o homem se afaste de DEUS cada vez mais. Obs. Não sou homofobico amo todos os homosexuais não concordo com a pratica, e pra finalizar e impossivel tampar o sol com a peneira.
    Fiquem na paz.

    • Tens razão, Lulu.

      Não és homofóbico. Apenas não entendes nada de ciência. A reprodução e a sexualidade são ramos distintos do saber humano. Na própria natureza, existem animais que praticam o que, aos olhos do homem, seria homossexualidade. Isso, se os animais estivessem preocupados em discernir moralmente com quem se relacionam. Em tempo: a natureza tem outras formas de reprodução, que não o ato sexual. Pergunte às amebas.

      No mais, volte sempre por aqui, e abraços biológicos.

  5. A paz do Senhor Jesus a todos…É extremamente chocante a manifestação pró-homossexualismo da Igreja Cristã Contemporânea.É lamentável a flagrante distorção de alguns textos bíblicos pra se ter respaldo que justifique a prática homossexual,prática esta que fere o princípio de que Deus criou “macho” e “fêmea” e também de na genética não existe ordem cromossÔmica homossexual….Que Deus nos abençoe e nos guarde
    Fraternalmente em Crsito Jesus,Alamar Sérgio

  6. Isso mostra de maneira contundente o quanto tem sido nada inteligente a argumentação bíblica de líderes evangélicos para assuntos genuinamente de Fórum Jurídico humano ─ não confundamos cristianismo com a religião Estatal judaica ─ podemos e devemos contestar a criação dessa ou daquela lei quando a entendemos injusta, mas, tão-somente como cidadão do país ao qual pertençamos ─; o Novo Testamento ensina isto de maneira clara e objetiva, quem não entende assim deve voltar a estudar Teologia num Seminário sério. Ainda, a ignorância disto, ao invés de contribuir para a democrática universalização da discussão do Tema; diferentemente gerou e tem gerado a polarização de homossexuais versus religiosos ─ que só tem feito com que aqueles que não são evangélicos, se somem aleatoriamente aos homossexuais por falta de informações humanas, coerentes e justas. Para tanto sugiro a leitura do meu Blog ─ que deve ser lido principalmente por evangélicos que não sabem lidar com esse assunto, como o confuso Pastor Silas Malafaia ─, O QUE É O PLC122 OU A DITA LEI HOMOFÓBICA, endereço ─ http://www.verdaderespeitoejustica.blogspot.com , no qual explico detalhadamente o absurdo que é esta lei dita homofóbiba do ponto de via humano.
    Atenciosamente JORGE VIDAL

  7. queram ou não queram o homossexualismo é pecado que leva a pessoa ao inferno eterno não devemos ter preconceito com eles porque eles foram infectados por esse demônio e devemos amar s

    eles e trabalhar de forma para que eles sejam libertos , na minha igreja aceita pessoas homossexuais são bem vindos porque aqui tem fogo para destruir e carbonizar esse pecado terrivel e a pessoa sai livre e liberto para ser salvo da morte eterna e aceita jesus tornando-se livre desse mal .
    o homossexualismo e um mal terrivel ma

    • Caro Joel Ferreira,

      Digamos que vc esteja correto nesta sua asseveração absoluta. Quando todos os heteros subirem aos céus, levados pelos anjos e, enfim, chegarem ao tão esperado paraíso, o que sobrará a fazer? Será se no ceu reina a inoperatividade política? Se assim for, lá onde tu dizes que os homossesuais estarão, no inferno, haverá muito trabalho, e com certeza, trabalho polítco. O que seria melhor: uma eternidade vazia, carregada de inoperatividade ou a eterna luta para compreender a si mesmo a aprtir das ações de todos?

      Abraços infernais!

  8. Ola não sei que é você que responde por Polivocidade, só sei que por causa de pessoas como você, que tratam pessoas sem postura nenhuma as pessoas homossexuais são descriminadas. Como tratar as pessoas com abraços biológicos. Abraços darwinianos! e Abraços infernais! e escrever de Deus com letra minuscula.

    • Marquinhos,

      Não confundais preconceito de orientação sexual com preconceito linguístico. Quem discrimina, o faz por estupidez, por efeito de uma causa, que pode ser a interdição da livre manifestação do corpo e dos fluxos sexuais em si mesmo e na sociedade, ou a determinação de quem detém o “bom” conhecimento e quem é “iletrado”. No mais, é tudo uma questão de semântica. Seja ele Deus ou deus, dá no mesmo, se é o afeto que guia a ação, e ela é afirmativa do Bem Comum. Ou preferes o “God” bem escrito e pronunciado das bombas estadunidenses que golpeiam o Oriente?

      No mais, receba não apenas um abraço, mas mil, de todas as denominações (infernais, astrais, celestiais, biológicas, políticas, econômicas, sexuais…), desde que o abraço seja produtor de alegria e de enfraquecimento do preconceito (seja ele de orientação sexual ou linguístico) como força reativa.

      Sinta-se polivocalicamente abraçado!

  9. É lamentavel a mistura diabolica levantada por estes pseudos cristãos.
    A fé Cristã é claramente contrária ao homosexualismo…Deus é muito claro em sua Palavra, não ama o pecado. E ao pecador trás a condição de se redimir.

    • Gilberto,

      Numa coisa concordamos. Homossexualidade e igreja católica não combinam mesmo, da mesma maneira que escravidão e liberdade são antônimos. Falta só avisar ao Papa Bento XVI e aos padres pederastas do mundo inteiro.

  10. Caríssimos irmãos,
    Deveríamos parar com tantas interpretações bíblicas sem o menor conhecimento científico, pelo que vejo suas interpretações são um tanto quanto medíocres, pois a bíblia e DEUS vão muito mais além do que possa sonhar as nossas vãs filosofias. E lembrem-se: para cada versículo há várias formas de se interpretar é o chamado “ESTOCOMA”, (vemos o que queremos ver) principalmente na visão interesseira de certos pastores que tem fome da palavra e de dinheiro então entrem no meu face book e vocês encontrarão várias narrativas científicas , ensaios, crônicas ,contos etc.

    Adão e Ivo?!…

    Outro dia, eu estava fazendo compras no mercado próximo da minha casa, quando ouvi dois cidadãos discutindo:
    – Deus fez o homem e a mulher!…
    – Sim!-Disse-lhe o outro: Deus criou Adão e Eva, e não Adão e Ivo?…
    Então, não me contendo interferi:
    – Me desculpe, mais o senhor pode não estar totalmente correto, pois, Deus não fez as arvores?…
    – Sim, disse ele (demonstrando uma cara arrogante).
    – Retruquei: Ele também não fez o mundo e todos os animais que nele habitam?…
    ¬- Sim!…
    Pois, então fique sabendo, que entre os animais e as plantas, existem homossexualidade e hermafroditismo?!…
    – É mesmo?… Respondeu ele, demonstrando espanto.
    – Eu não sabia que existia planta GAY?…

    Quando cheguei em casa, fiquei lembrando e rindo sozinho e resolvi lhe escrever essa crônica.

    Fiquei pensando o que diria DARWIN, quando trabalhou em suas teorias sobre esse assunto, quando escreveu uma carta para seu amigo HOOKER, comentando sobre esses mistérios que deveriam ser desvendados, representando um dos desafios mais fascinantes da botânica: “Uma flor perfeita (hermafrodita) é composta por um conjunto de sépalas (cálice), pétalas (carolas), estames (androceu) e carpelos (gineceu), frequentemente organizados em verticilos cuja identidade é controlada por genes reguladores, predominantemente pertencentes à família MADS…”.

    Sendo assim, observamos que na botânica, já está comprovada cientificamente essa tese.

    Já verifiquei também em meus estudos, matéria sobre animais homossexuais, como por exemplo: o caso dos golfinhos, que quando os cientistas retiravam-no de seu par e colocavam-no em uma piscina com outros machos, os mais velhos lhe servia como fêmea, que segundo os cientistas isso era feito para, que o macho mais novo aprendesse a copular, assim daria continuidade conservando sua espécie.

    Também em antropologia estudei, sobre os chimpanzés, que em um ritual de linguagem oferece seu corpo para outros machos.
    Sem falar nos milagres biológicos do oceano, como por exemplo: o cavalo-marinho, que como hermafroditas, mostram assim as maravilhas de Deus, sem falar nas minhocas, moluscos e muitos outros. Se o próprio Deus criou todas essas diferenças entre as plantas (flora), e os animais (fauna), então qual seria o motivo de tantas polemicas?…

    Não seria por causa da velha vaidade de alguns “profetas”, que fazem com que suas interpretações, bíblicas, convenientes e medíocres sejam mais eficazes do que os ensinamentos próprio criador?…
    . Sem mais um fraterno abraço,
    Professor: Paulo Jorge

    Adão e Ivo ?!…

    Outro dia, eu estava fazendo compras no mercado próximo da minha casa, quando ouvi dois cidadãos discutindo:
    – Deus fez o homem e a mulher!…
    – Sim!-Disse-lhe o outro: Deus criou Adão e Eva, e não Adão e Ivo?…
    Então, não me contendo interferi:
    – Me desculpe, mais o senhor pode não estar totalmente correto, pois, Deus não fez as arvores?…
    – Sim, disse ele (demonstrando uma cara arrogante).
    – Retruquei: Ele também não fez o mundo e todos os animais que nele habitam?…
    ¬- Sim!…
    Pois, então fique sabendo, que entre os animais e as plantas, existem homossexualidade e hermafroditismo?!…
    – É mesmo?… Respondeu ele, demonstrando espanto.
    – Eu não sabia que existia planta GAY?…

    Quando cheguei em casa, fiquei lembrando e rindo sozinho e resolvi lhe escrever essa crônica.

    Fiquei pensando o que diria DARWIN, quando trabalhou em suas teorias sobre esse assunto, quando escreveu uma carta para seu amigo HOOKER, comentando sobre esses mistérios que deveriam ser desvendados, representando um dos desafios mais fascinantes da botânica: “Uma flor perfeita (hermafrodita) é composta por um conjunto de sépalas (cálice), pétalas (carolas), estames (androceu) e carpelos (gineceu), frequentemente organizados em verticilos cuja identidade é controlada por genes reguladores, predominantemente pertencentes à família MADS…”.

    Sendo assim, observamos que na botânica, já está comprovada cientificamente essa tese.

    Já verifiquei também em meus estudos, matéria sobre animais homossexuais, como por exemplo: o caso dos golfinhos, que quando os cientistas retiravam-no de seu par e colocavam-no em uma piscina com outros machos, os mais velhos lhe servia como fêmea, que segundo os cientistas isso era feito para, que o macho mais novo aprendesse a copular, assim daria continuidade conservando sua espécie.

    Também em antropologia estudei, sobre os chimpanzés, que em um ritual de linguagem oferece seu corpo para outros machos.
    Sem falar nos milagres biológicos do oceano, como por exemplo: o cavalo-marinho, que como hermafroditas, mostram assim as maravilhas de Deus, sem falar nas minhocas, moluscos e muitos outros. Se o próprio Deus criou todas essas diferenças entre as plantas (flora), e os animais (fauna), então qual seria o motivo de tantas polemicas?…

    Não seria por causa da velha vaidade de alguns “profetas”, que fazem com que suas interpretações, bíblicas, convenientes e medíocres sejam mais eficazes do que os ensinamentos próprio criador?…
    . Sem mais um fraterno abraço,
    Professor: Paulo Jorge

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s