JOSÉ RICARDO PROPÕE INVESTIGAÇÃO SOBRE CAMELÓDROMO

O vereador José Ricardo Wendling (PT) pronunciou-se, na manhã desta quarta-feira (25), no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM), sobre a determinação da Justiça de embargar a obra do Camelódromo, no Porto Privatizado de Manaus, Centro. Para ele, esse assunto merece uma investigação da CMM, já que serão investidos cerca de R$ 6 milhões para essa obra que chamam de provisória, sendo administrada pelo mesmo grupo que coordena o Porto Privatizado.

“A população e esta Casa precisam acompanhar mais de perto essa situação, como também esse embargo da Justiça, que deve ter outras razões. Serão gastos R$ 6 milhões do dinheiro do povo, para daqui a 36 meses investir mais alguns milhões em um local que seria definitivo. Além disso, novamente será o mesmo grupo do Porto que irá administrar o Camelódromo, e não o poder público”, declara ele, questionando que mais uma categoria (camelôs) será manipulada por interesses particulares. “Da mesma forma como fizeram, por exemplo, com os mototaxistas, que até hoje não estão com sua profissão regulamentada e afirmando que do jeito que está só amargam prejuízo”.

Crescimento da economia no Amazonas

José Ricardo falou ainda sobre duas importantes reuniões que acontecerão esta semana: Conselho de Desenvolvimento do Amazonas (Codam) e Conselho de Administração da Suframa (CAIS), que aprovam a cada dois meses projetos de incentivos fiscais de empresas que se instalam no Pólo Industrial de Manaus (PIM). “São reuniões que necessitam de acompanhamento parlamentar, porque têm caráter técnico e também político, principalmente, para ser o termômetro do aquecimento da nossa economia”, afirmou ele, ressaltando o eixo de crescimento da economia do País.

O vereador ainda cita pesquisa da Confederação Nacional da Indústria, que divulgou indicadores do mês de julho também em crescimento em várias atividades econômicas do Brasil. “A arrecadação de impostos no Amazonas também cresceu, grande parte proveniente de recursos federais, mesmo com os incentivos fiscais às empresas do PIM. E tudo isso se deve em grande parte ao Governo Lula, que se empenhou para a geração de emprego e renda no País”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s