Palácio do Planalto abre com movimento de moradores de rua

Do Portal Rede Brasil Atual

Brasília – Mais de 200 representantes do Movimento Nacional da População de Rua (MNPR) foram os primeiros a conhecer as novas instalações do Palácio do Planalto, reinaugurado nesta terça (24), após um ano passando por reformas. Eles foram recebidos pela ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Márcia Lopes, pelo ministro da Secretaria de Direitos Humanos, Paulo Vanucchi, e pelo chefe de gabinete do Presidente da República, Gilberto Carvalho que ouviram reivindicações de direitos nas áreas de moradia, trabalho e assistência social.

O ato encerrou o dia de atividades dos moradores de rua, que começou pela manhã, com cerca de 600 participantes em marcha, saindo da Catedral de Brasília em direção ao Senado, para denunciar o aumento da violência contra moradores de rua das grandes cidades brasileiras e cobrar ações efetivas para a elaboração de uma política habitacional que contemple essa parcela de cidadãos. “Política habitacional é uma coisa muito necessária [para a população de rua, assim como], a melhoria da política de Saúde e a segurança pública. A gente sabe que a violência tem se acirrado bastante contra a população de rua”, disse Samuel Rodrigues, integrante do MNPR.

Em 2006, o governo instaurou a Política Nacional para a Inclusão Social da População em Situação de Rua, repasssando recursos para serviços de acolhimento de famílias em situação de risco. Na Última expansão de serviços foram definidas verbas para a implantação de 99 Creas (Centros de Referência Especializados de Assistência Social), preparados para atender a essa população, inclusive prestando apoio psicológico.

Pesquisa feita pelo Ministério em 71 municípios com mais de 300 mil habitantes revelou a existência de 48 mil pessoas em situação de rua. “De posse dos números pudemos conversar e cobrar ações das prefeituras e governos estaduais”, disse Márcia Lopes. A ministra também destacou que a orientação do governo federal é para que toda a população de rua seja inserida no Cadastro Único dos Programas Sociais e possa receber os benefícios da assistência social.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s